Conheça o Processo de Fabricação dos Rolamentos

Como e o processo de fabricação dos rolamentos

Os rolamentos são componentes mecânicos que possuem grande utilização no mercado e tem a sua aplicação em diversos segmentos, foram desenvolvidos para facilitar a ação rotativa, reduzindo assim o esforço ou a força necessária, minimizando a fricção entre as peças móveis das máquinas, ajudam a transportar cargas ou ajudar a mudar as cargas de algo que tende a girar para algo que é estacionário e tem uma capacidade de carregar as cargas.

COMO É O PROCESSO DE FABRICAÇÃO DE ROLAMENTOS.

A primeira etapa para a criação do rolamento é dar forma e espessura exatas aos anéis que fazem parte do rolamento, depois de passar por esse procedimento a produção fica por conta das máquinas de fabricação do rolamento, ela é responsável por inserir os anéis (Interno e externo) e para completar e finalizar esse procedimento esse conjunto de peças é transferido para uma desbastadora que modifica a largura do rolamento até que ele atinja a espessura necessária.

A segunda etapa para a fabricação do rolamento, os anéis (Interno e externo) são separados para que eles possam desbastar sua circunferência externa em máquinas separadas. O anel externo do rolamento é colocado na desbastadora que vai modelar a sua superfície até que ela fique com a circunferência e diâmetro exatos. Após esse processo de um liquido a base d’agua é utilizado na peça para que assim evite que o anel não ocasione emperramento ou superaqueça. Agora os anéis externos saem para o desbaste, um jogo de rodas com óleo resfriador modela a superfície dos anéis até atingirem as medidas necessárias, depois desse procedimento eles passam por polimento, anéis e trilhos são lavados e depois eles são classificados conforme o seu tamanho.

Agora nesse processo as bolas que compõem o interior da peça passam por um processo de fornalha para que assim elas possam enrijecer serem limpas com banho de solvente e depois serem inseridas nos anéis do rolamento. 

Chegamos à última etapa, que consiste em fazer a peça passar pelo teste da máquina, onde a bucha gira o rolamento para conferir seu funcionamento. Após esse processo outra máquina é colocada em jogo com a função de verificar o ruído e vibração da peça, pois toda peça precisa ser silenciosa e por fim e última etapa do processo, o rolamento passa por um banho com graxa para lubrificar.

FABRICAÇÃO DOS ROLAMENTOS DE ESFERAS.

O rolamento de esfera comum é composto por quatro partes principais, sendo elas: Anel interno, anel externo, esferas e gaiola. O material mais comum e utilizado para a fabricação de rolamentos é o aço cromo 52100, esse tipo de aço pode ser endurecido através de tratamento térmico, ficando ideal para o uso em rolamentos.

ANÉIS.

Os anéis encontrados nos rolamentos de esferas são cortados a partir de tubos de aço, com as dimensões um pouco maiores do que as desejadas, esse diferença no tamanho é extremamente importante e necessária, pois os anéis passam por um tratamento térmico para que aja o endurecimento do aço. Após esse tratamento térmico pelo qual os anéis passam é necessário criar com o auxílio de rebolos, os sulcos nos anéis, lugar onde as esferas serão posicionadas. No final de todo esse processos os anéis são finalmente polidos até o tamanho necessário.

ESFERAS.

A fabricação das esferas compostas nos rolamentos de esferas começa com um grosso fio de aço, esse fio passa por uma máquina que corta ele e depois pressiona um pedaço dele, criando assim uma quase esfera, esse tipo de processo é chamado de estampagem a frio. Após esse procedimento que chamamos de estampagem a frio, a “esfera” possui um excesso de metal como um anel que precisa ser removido.  A máquina utilizada para esse tipo de serviço é composta por dois discos de aço com sulcos para as esferas, enquanto um disco fica parado o outro gira e vai retirando o “anel” das esferas. Depois de todo esse processo as esferas passam por um tratamento térmico, assim como os anéis também passam e finalmente são polidas até chegarem ao seu tamanho exato.

GAIOLA.

As gaiolas compostas nos rolamentos de esferas são de aço e estampadas em uma chapa de metal fina, que depois são curvadas até sua forma final.

MONTAGEM.

Depois de todo esse procedimento de fabricação pelo qual os rolamentos de esferas passam, com todas as partes prontas, agora só basta montar o rolamento.

Primeiramente o anel interno é colocado dentro do anel externo, depois desse procedimento as esferas são inseridas (o anel interno é levemente deslocado do centro para permitir a entrada das esferas), outra máquina é utilizada para distribuir as esferas ao longo dos anéis e inserir o separador. 

Depois de tudo isso dependendo do rolamento, a partir desse momento pode-se colocar a lubrificação, blindagem ou vedação. Então o rolamento é testado e embalado.

Precisando de rolamentos industriais? Entre em contato conosco e converse com um de nossos representantes.


Fique por dentro do mundo dos Rolamentos