Quais os danos ocasionados por rolamentos falsificados

rolamento-falsificado-rolport

Rolamentos são peças fabricadas com alto padrão de precisão e materiais de alta resistência capazes de suprir as exigências de performance, durabilidade, eficiência e vida útil de acordo com o proposto. Por serem componentes essenciais na indústria, os rolamentos fazem parte de diversos tipos de máquinas, tendo, portanto, uma ampla gama de aplicações.
Infelizmente, a falsificação ou pirataria como é popularmente conhecida é uma realidade presente em todos os setores, inclusive nos dos rolamentos. De acordo com a Executiva de Negócios de um dos principais fabricantes de rolamentos do mercado (NTN), cerca de 20% dos rolamentos consumidos hoje no mundo são falsificados.
Por mais que seja um número bastante alarmante, nós brasileiros já estamos “acostumados” com esse tipo de prática, afinal, não à toa, produtos como roupas, bolsas, perfumes, entre outros falsificados podem ser facilmente encontrados. Logo, com os rolamentos não seria diferente.
Considerando todos estes aspectos, não é difícil imaginar que danos podem ocorrer ao estar adquirindo um produto falso. Pensando nisso, você sabe quais são os danos ocasionados por rolamentos falsificados? Vamos discutir sobre isso a seguir.

rolamento-falso

Rolamentos falsificados

Como o rolamento é uma peça que pode estar presente em diversos produtos, maquinários, automóveis e equipamentos de movimentação de todos os portes que exijam o uso de rolamentos, a preocupação de adquirir rolamntos falsificados é uma questão importante, uma vez que seu uso pode causar sérios danos à indústria e a saúde de seus usuários.

Segundo levantamentos da ADIRPI (Associados Distribuidores e Importados de Rolamentos e Peças Industriais), na última década, houve um grande número de apreensões de rolamentos falsificados ao redor de todo o mundo.

Para se ter uma ideia, ainda de acordo com a organização, entre os anos de 2009 e 2011, foram apreendidos em mais ou menos 50 países, cerca de 2,2 milhões de rolamentos falsificados de diversos tamanhos e aplicações.

Recentemente, mais precisamente em maio de 2022, a Alfândega da Receita Federal reteve uma carga de 19,2 toneladas de rolamentos falsificados de diversos tipos no Porto de Santos. O que sem dúvidas, acendeu ainda mais o alerta quanto aos danos ocasionados ao adquirir estes produtos.

Avaliada em mais de R$ 15 milhões, a carga foi selecionada com base na análise das informações parametrizadas e imagens de escâneres. Depois de verificar a carga fisicamente e confirmar a falsificação, a carga foi retida para a formalização da apreensão de ofício.

prejuizo-causados-rolamento-falso

Prejuízos reais causados por rolamentos falsificados

Além de causar danos à indústria, a falsificação de rolamentos viola os direitos autorais, desencadeia a prática de concorrência desleal, alimenta o crime organizado e causa sérios prejuízos ao erário quanto à arrecadação de impostos.

Já no quesito danos industriais, rolamentos falsificados podem causar a paralisação de toda a operação industrial, provocar acidentes graves (inclusive fatais), a perda de credibilidade da empresa, bem como sua desvalorização frente aos seus consumidores e concorrentes. Vamos entender adiante, mais a respeito.

Financeiro e Social

Como mencionado anteriormente, um dos danos ocasionados por rolamentos falsificados também afetam a arrecadação de impostos. Além de afetar a geração de empregos diretos e indiretos, estimular o crime organizado e impactar a vida de todas as pessoas que acabam se machucando ao usar um equipamento com peças falsificadas.

Segundo dados da WBA, já foram drenados mais de US$ 4,2 trilhões da economia global. Assim, não há como negar que a aquisição de rolamentos falsificados acabam, mesmo que indiretamente, afetando a situação financeira e social de toda a população mundial.

Operacional

Um rolamento falsificado pode colocar em risco toda a operação da indústria, afinal, uma peça adulterada ou falsa não possui as características técnicas das originais e não suporta as mesmas cargas. O que por conseguinte, aumenta a probabilidade de quebra prematura danificando máquinas e veículos e consequentemente causando prejuízos e acidentes graves, muitos deles, inclusive fatais.

De acordo com dados da organização WBA (World Bearing Association), cerca de 5,4 milhões de empregos estão em risco em todo o mundo e aproximadamente 39% dos rolamentos falsificados representam um perigo real para a vida de seus usuários.

Considerando estes dados, fica ainda mais evidente a importância de adquirir apenas produtos originais e de distribuidores autorizados. Também é importante saber como identificar rolamentos falsificados, a fim de evitar os danos ocasionados por eles.

Econômico

Segundo levantamentos do meio, o mercado de rolamentos movimenta mais de R$ 1 bilhão por ano. Se considerarmos que cerca de 20% dos rolamentos comercializados atualmente no Brasil são falsificados, estamos falando monetariamente de uma soma de R$ 200 milhões. Isso somente falando dos prejuízos econômicos do setor em si.

Entretanto, se pararmos para contabilizar os prejuízos financeiros e econômicos ocasionados por rolamentos falsificados os valores ultrapassam até mesmo os inimagináveis. Afinal, dependendo da aplicação do rolamento, é bem provável que em caso de quebra prematura, a empresa necessite parar suas operações de forma repentina para substituir a peça ou o equipamento com defeito.

Além desta suposta situação, há ainda os casos em que a peça não apresenta defeitos, mas não corresponde ao que deveria, diminuindo sua efetividade e afetando inclusive toda a produtividade da empresa. E bem, como se diz no mundo dos negócios: “Tempo é dinheiro”.